FÓRMULA E - DI GRASSI: “VOU PRESSIONAR 100%” NA CORRIDA NA CASA DA MAHINDRA


A Mahindra Racing é uma das equipes fundadoras do Campeonato Mundial de Fórmula E da ABB FIA e, após nove temporadas, as corridas de rua totalmente elétricas estão se aventurando em seu país natal - e a equipe está pronta para esse grande momento para a marca indiana.


A Mahindra existe desde o primeiro dia da Fórmula E e, nesse período, a equipe indiana conquistou cinco vitórias e 24 pódios na série totalmente elétrica. Além desses elogios, eles são lembrados tanto por sua paixão pelo esporte quanto por chamam sua base de fãs de “apaixonados”.

“É uma corrida muito importante para nós, não só para a Mahindra, mas também para a Fórmula E como um todo”, disse Lucas di Grassi antes do E-Prix Greenko Hyderabad de 2023.

“Há apenas um campeonato mundial de automobilismo na Índia, que somos nós após a saída da Fórmula 1 há muito tempo”.

Uma das missões da Fórmula E é promover um futuro elétrico, uma corrida e uma cidade por vez, à medida que Hyderabad se torna a 27ª localidade. Ex-campeão, di Grassi reconhece que a Mahindra tem sido uma das principais forças em direção a esse objetivo na Índia.

O brasileiro acrescentou: “A Fórmula E é o futuro, é elétrica e a Mahindra já está produzindo veículos elétricos aqui na Índia, incluindo um novo SUV que foi lançado na semana passada. Há um grande impulso para carros elétricos aqui, até mesmo para tuktuks elétricos! A mobilidade elétrica abrange desde a micromobilidade até os caminhões.

“Há muito potencial aqui na Índia, mas para nós é claro que é muito especial para nós, a Mahindra é a única fabricante indiana no grid. Vamos nos esforçar 100% para ter a melhor corrida possível”.

BERTRAND COMPARTILHA DOS MESMOS SENTIMENTOS DE DI GRASSI

Os sentimentos de Di Grassi foram repetidos pelo CEO da Mahindra Racing, Fred Bertrand: “É uma ótima sensação para todos. Eu diria que está nos dando muita energia — é mais do que emoção. Todo mundo está sentindo algo um pouco mais neste fim de semana e é um grande orgulho fazer parte de algo tão especial”.

Bertrand assumiu o papel principal da Mahindra antes da nova era GEN3, e a equipe imediatamente conquistou o sucesso na rodada de abertura da 9ª temporada, com di Grassi marcando sua primeira Pole Position e uma árdua corrida para o terceiro lugar na Cidade do México.

Antes da primeira corrida em casa da equipe, Bertrand falou para a mídia reunida: “Recebemos uma recepção muito louca de todos aqui e também de todo o grupo Mahindra. É uma família enorme aqui na Índia e temos muito apoio de todos os membros e do conselho. É especial e importante para nós atuarmos, mas, acima de tudo, é ótimo que haja tanta emoção na corrida para nós e para a Fórmula E.

“Fazemos parte da Fórmula E desde o primeiro dia e celebramos nossa participação aqui na Índia com nosso presidente visionário e com o grupo juntos. O Sr. Mahindra pôde ver desde o início o potencial da Fórmula E e sua atratividade como uma vitrine de veículos elétricos e da futura tecnologia automotiva.

“Temos uma abordagem sustentável da Fórmula E e ela se tornou parte do DNA da Mahindra — é algo de longo prazo para o grupo e é apoiado por todos em 150 empresas. Com pessoas diferentes em diferentes empresas e locais do grupo, há muitas habilidades diferentes nas quais usar e com todos contribuindo, criando valor para todos.

“Ter uma corrida indiana finalmente acontecendo é muito importante para nós e todos na Mahindra estão dizendo que precisamos fazer ainda mais do que já fazemos com a Fórmula E — esse foi o melhor resultado para nós até agora. Queremos deixar a empresa orgulhosa e queremos atuar para recompensar todo o apoio que recebemos do grupo”.


Márcio de Luca

Autor

Márcio de Luca

TAGS:
formulae
fe
fia
gen3
sustainability
eletric
hyderabadeprix
eprix
india
mahindra
lucasdigrassi